Balaio da Ciência

Certificado de curso em 2023, vale alguma coisa?

Escrito por Erick Faria · 7 min. >
certificado de curso

O certificado sozinho, não diz muita coisa. Não fala se você foi um bom aluno, ou se a qualidade do curso é boa. Você pode ter vários certificados e não ser bom em alguma coisa. Você pode ter mil certificados e ser pior do que uma pessoa em um determinado domínio.

Importante! O conteúdo desse post é uma opinião do autor. Você é livre para discordar, concordar, ou acrescentar qualquer coisa. É apenas uma tentativa de debater sobre o tema. Seja cordial nos comentários. Eu não sou dono da verdade e o que eu digo aqui pode ser relevante ou não para você. Se você acha que certificado de curso faz sentido para você, ótimo.

Para o que serve o certificado de curso?

O certificado de curso serve apenas para mostrar que você concluiu um curso. É simplesmente um papel, ou algum documento digital, como por exemplo um PDF. O certificado não diz nada além de que você seguiu os protocolos de um determinado curso e chegou até o fim.

No Brasil a gente aprendeu a dar muito valor nos certificados. Quando vamos escolher um curso, uma das coisas que mais interessa o aluno é saber se haverá entrega de certificado.

Na vida real o certificado serve apenas para postar em alguma rede social, ou então para ganhar horas complementares na faculdade. Em outras palavras, você paga para ter um certificado e ganhar o direito de postar em uma rede social ou ganhar algumas horas de atividades extras na faculdade.

Em mais de 10 anos como cientista de dados, eu nunca precisei mostrar nenhum tipo de certificado para provar os meus conhecimentos. Tenho todos os meus certificados digitalizados em uma pasta sem nunca precisar sequer enviar para comprovar algo.

Quando nós vamos fazer uma entrevista de emprego geralmente o recrutador sequer pede para que nós mostremos os diplomas e certificados que acumulamos ao longo da vida. O recrutador está muito mais interessado em saber da sua trajetória e da sua experiência do que saber quantos papéis você tem.

Se na vida real o certificado de curso não serve para muita coisa, por que devemos pagar um curso que tem certificado se existem inúmeras alternativas gratuitas na internet? É sobre esse assunto que vamos falar um pouco hoje.

Certificado de curso, vale a pena?

Eu acho que não! Alguns cursos são verdadeiras máquinas de fazer dinheiro. As pessoas utilizam de instituições consolidadas, como as universidades públicas, para oferecer cursos pagos e fazer um dinheiro extra com esse tipo de trabalho.

É comum você encontrar na oferta de cursos algum anúncio relacionado: “Certificado pela Universidade …”. Essas pessoas usam da credibilidade de uma instituição para tentar convencer você a comprar um curso. Eu não questiono a qualidade da instituição, tampouco a qualidade do curso. Entretanto, é evidente a estratégia de marketing apelativa para que você pague o equivalente a um terço do salário mínimo.

Eu acredito que todo o trabalho deve ser valorizado e as pessoas precisam ser bem pagas pelo seu bom trabalho. Entretanto, se você está no início de carreira não deixe levar pelas estratégias de marketing para comprar um determinado curso, sendo que você tem alternativas gratuitas na internet.

Dificilmente você utilizará um certificado na vida real. As empresas não ligam muito para cursos de curta duração. Não é possível mensurar a qualidade dos cursos e assim certificados não são capazes de mostrar se a pessoa é qualificada para resolver os problemas do trabalho em questão.

Eu vivi minha vida inteira de bolsas de estudos e sei muito bem como é a realidade do jovem estudante brasileiro. Eu acho muito errado essa patrulha que os professores fazem nas universidades para convencer as pessoas de comprar um curso. Não posso generalizar e dizer que todos fazem uma atitude antiética, mas eu já presenciei inúmeras vezes pessoas fazerem uma espécie de assédio com os alunos para comprar um determinado curso.

Os professores de universidades federais fazem isso devido ao seu regime de trabalho. Geralmente um professor de universidade pública está no regime de trabalho de dedicação exclusiva. Esse regime de trabalho é muito restrito em relação aos tipos de ganhos que essa pessoa pode ter além do seu trabalho principal que é ser professor. Entre as poucas atividades que o professor pode ter e receber além do seu trabalho, está à venda de livros e cursos relacionados ao seu trabalho.

Geralmente os professores utilizam alguma fundação da universidade para fazer o intermédio da venda do curso com o recebimento dos valores. É uma das poucas maneiras que o professor tem para tentar ganhar um pouco mais além do seu salário.

Eu não condeno o professor que busca ter um ganho além do seu salário, pois todos nós sabemos que os funcionários públicos do Brasil não têm reajuste salarial corrigido pela inflação. O salário dos professores do Brasil é muito defasado. Eu também não julgo as pessoas que buscam complementar a renda e fazer um dinheiro extra com o único ativo que detém, que é o seu conhecimento.

Eu acho deselegante apenas aqueles que fazem assédio aos alunos, oferecendo certificado de curso como se fossem a porta para conquistar tais coisas. Professores dizem que se a pessoa fizer o curso dele, o certificado de curso será útil, por exemplo para fazer um mestrado. Entretanto, os certificados não valem de nada em vários processos seletivos de mestrado e doutorado no Brasil. Os certificados também não valem de nada para o mercado de trabalho. Logo, para que servem o certificado de curso?

O mercado de venda de certificados

Hoje nós podemos criticar algumas universidades e enxergá-las como intermediadoras na venda de diplomas e certificados no mundo inteiro. Deixa-se de lado o compromisso com o ensino, e entra a lógica do mercado na venda de cursos e certificados.

Os cursos online deram outra dimensão à venda de certificados e diplomas. A cada dia que passa cresce o número de plataformas que vendem cursos com alguma estratégia de marketing apelativa para o certificado de curso.

As pessoas que almejam ter um crescimento na carreira, veem no curso uma possibilidade de tentar alcançar uma qualidade de vida maior. As pessoas que vendem cursos tentam atingir a ganância e os sonhos das pessoas para vender um certificado.

As universidades que vendem cursos são as mesmas que cobram horas extras e atividades complementares extras àqueles previstos na graduação. A mesma universidade que vende um curso, que custa a metade de um salário mínimo, é a universidade que te cobra mil horas complementares para acabar o curso de graduação.

Fazer curso é inútil?

Claro que não! O tempo todo eu estou fazendo cursos. O curso é a única maneira de você aprender algo novo é a forma que você tem de crescer como pessoa e intelectualmente. Eu acho que todo mundo deve fazer curso o tempo todo, nunca parar de fazer curso.

Seria muita hipocrisia da minha parte chamar os cursos de inúteis, sendo que eu mesmo já lancei cursos, como o Curso de Introdução ao SPSS. eu acho que o curso é uma excelente forma de aprender, pois ele tem uma estrutura que a pessoa pode seguir. É muito fácil achar materiais na internet, mas eles estão difusos e você dificilmente saberá o caminho a seguir.

Entretanto, eu acho que os certificados são inúteis. Aqui eu me refiro somente aos certificados de cursos de pequena duração. Os diplomas da educação formal são assunto para outro momento.

Muito provavelmente você encontrará nas plataformas da internet cursos gratuitos de qualidade semelhante ou superior aos cursos pagos. Se você optar por pagar um curso, faça ou com o objetivo de aprender, jamais faça um curso com o objetivo de ter um certificado.

Eu defendo que você faça cursos, não compre certificados! Caso você opte por comprar um curso, veja se vale a pena investir o seu dinheiro naquele conhecimento, o certificado será apenas um bônus irrelevante.

Certificado não diz nada

Certificado de curso de curta duração, não serve para provar nada. Se um diploma de universidade já não diz muita coisa, quem dirá um PDF de um curso de curta duração. Quando eu recruto pessoas para trabalhar na empresa em que atuo, a pessoa falar que tem um curso, ou não tem nada para mim é a mesma coisa.

Sempre quando vou recrutar uma pessoa, estou muito mais interessado em ver a explicação da pessoa em como ela irá resolver determinado problema do que a lista de cursos que ela realizou durante a vida.

Eu não conheço o curso, tampouco o professor que lecionou o curso, logo eu não consigo entender o quão essa pessoa sabe sobre determinado assunto. Mesmo que seja de uma universidade conceituada, existem professores e professoras nas universidades, nós sabemos que existem bons e péssimos profissionais.

É impossível inferir se essa pessoa realmente se dedicou ao curso ou se foi uma pessoa que simplesmente copiou o trabalho do colega para ter o certificado. Eu como recrutador prefiro que a pessoa foque muito mais em mim explicar como ela resolve um determinado problema, ou falar da sua experiência profissional, do que perder seu tempo falando em cursos que para mim não servem de nada.

Certificado de curso online.

Certificado de curso online não serve para nada. Quando você faz um curso online visando somente o certificado, você perde duas coisas: dinheiro, e tempo. Se você tem dinheiro e tempo sobrando, eu acho que vale a pena você fazer um curso online para ter o certificado. Caso o seu interesse seja simplesmente aprender, não caia nessa armadilha.

Procure algum livro gratuito na internet procure um vídeo de um curso na internet. Se você falar inglês na internet você encontrará material sobre praticamente tudo. Eu trabalho como cientista de dados, sem nunca ter feito um curso pago de nenhuma linguagem. Pelo contrário, eu ministrava cursos de python, sem nunca ter feito um curso de python.

Muito desse material você consegue inclusive acessar aqui no Balaio Científico gratuitamente. Veja o material de python, jamovi, pspp e spss e aproveite gratuitamente dos tutoriais e materiais do site.

Se eu trabalho há 10 anos, e fui professor de python, e nunca precisei mostrar nenhum certificado de curso, a pergunta que fica é: para que serve isso? Obviamente, talvez existam exceções. Talvez alguém comente aqui: “Eu fui fazer uma entrevista de emprego na empresa x, e no processo seletivo me pediram o certificado de cursos”. Se você passou por isso, você é uma exceção. Como eu disse, certificados não dizem absolutamente nada.

Certificado de curso, um mercado.

Não se iluda de que ao ter um certificado de curso você terá um currículo mais poderoso. No fim o certificado irá valer somente para fazer uma postagem em rede social. Não seja ingênua de que se você tiver 10 certificados você provará que sabe mais do que uma pessoa que tem 10 anos de experiência.

Nada vale mais do que o conhecimento real. Você pode ser doutor em uma determinada área e ser completamente burro. A indústria de certificados e diplomas é algo que foi criado no mundo moderno. Não deixe o assédio de professores te fisgar para comprar um curso.

Você tem dois caminhos: comprar um curso e pagar um terço do salário mínimo ou assistir os cursos que estão aqui no site de graça. Se você está preocupado em aprender, você tem material de graça para estudar, se você quer comprar um certificado pode ter certeza que vai ser muito fácil encontrar.

No fim a escolha é sempre sua. só não seja ingênua e não se iluda de que todo esse dinheiro que está sendo gasto para comprar um certificado, irá se traduzir em melhores oportunidades no futuro. Isso é apenas mais uma falácia do mundo moderno para te fazer crer que você deve comprar um produto para ter um futuro melhor.

Escrito por Erick Faria
Erick é um jovem entusiasta da tecnologia, com uma paixão pela escrita e pela partilha de conhecimento. Ele cresceu fascinado pela forma como a tecnologia pode mudar o mundo e dedicou sua vida a aprender tudo o que pode sobre esse assunto. Profile