SPSS, PSPP

Qual a diferença entre PSPP e SPSS?

Escrito por Erick Faria · 9 min. >
diferença entre pspp e spss

Diferença entre PSPP e SPSS

Neste post eu vou falar para vocês brevemente da diferença entre PSPP e SPSS. Se você deseja conhecer mais a fundo os 2 programas. Convido vocês a conhecerem o meu canal no YouTube e olharem os posts deste blog aqui que contam com cursos e tutoriais de ambos os programas. Nos outros posts, você conseguirá encontrar outros materiais mais aprofundados sobre o tema.

Vamos começar falando das semelhanças entre os dois softwares. Ambos são programas estatísticos, chamado por alguns de pacote e estatístico que permite com uma interface gráfica fazer análises estatísticas e matemáticas.

Com esse programa você consegue fazer análises, como por exemplo: análise de regressão, análise de correlação, teste t, análise de probabilidade, anova, entre outros.

Ambos são muito parecidos na funcionalidade e são idênticos no propósito pelo qual foram criados. A grande diferença está no custo de cada um, sendo que o spss é um software proprietário, ou seja, você precisa comprar ou assinar uma licença e pagar para fazer o uso do programa.

O pspp, por outro lado, é livre, gratuito, e de código aberto. Você não precisa comprar ou assinar nada para poder usar o software. Basta acessar o site oficial e fazer o download.

Devo usar o PSPP ou SPSS?

Agora, você deve estar se perguntando: porque as pessoas insistem em usar o spss se nós temos uma versão gratuita do programa? Essa é uma excelente pergunta e a resposta, para ela, é: divulgação por uma empresa que investiu muito em marketing e divulgação entre os cientistas.

O spss é um programa muito mais antigo do que é o pspp. Desta forma, ele foi muito mais divulgado e há alguns anos atrás, não havia outra opção gratuita como nós temos hoje. Além disso, a linguagem de programação não era difundida como é atualmente. O SPSS é ainda hoje, o pacote mais utilizado pelas universidades e pesquisadores do mundo inteiro.

Existe aqui também, uma relação de comodidade, pois os pesquisadores já trabalham há vários anos com spss e muitas das vezes, eles não têm conhecimento e nem interesse em aprender a utilizar um outro software.

O SPSS tem mais funcionalidades em comparação ao PSPP. As versões mais novas fazem inclusive mapas e tem integração com linguagens de programação como o Python. É algo a se esperar de uma comparação entre softwares proprietário e gratuito.

Entretanto, as análises estatísticas fundamentais estão presente no PSPP. Eu gosto de recomendar o PSPP para aquelas pessoas que gostariam de fazer análises estatísticas, mas sem a complexidade da programação. Profissionais como: nutricionistas, psicólogos, entre outros, que gostariam de fazer algumas análises, mas sem se aprofundar, encontrarão no PSPP um ambiente muito propício.

Em relação a interface as semelhanças são grandes. Os painéis de visualização das variáveis e as janelas que acomodam as features são muito semelhantes. Uma pessoa que já trabalhou com o SPSS ou com PSPP não terá dificuldades em fazer a migração.

Nas últimas versões o spss ganhou várias opções de representações gráficas, incluindo gráficos interativos e mapas. Apesar de não ter a mesma qualidade do que outras opções como as linguagens de programação e os programas que são destinados a confecção de mapas, o spss permite que você analise os seus dados por meio de mapas.

Eu acho esse diferencial muito interessante, pois várias pessoas precisam representar os dados de uma maneira diferente da convencional e precisam muito das vezes contratar profissionais distintos para tal finalidade.

Nesse sentido eu acho o spss muito melhor do que o pspp. O spss por ser um software proprietário vem buscando se atualizar frente ao mercado de programas estatísticos. Por ter uma equipe de desenvolvedores que são pagos para isso, consequentemente o spss sempre apresenta novas funções que ajudam muito os pesquisadores.

Imagino que em um futuro próximo o spss permitirá a confecção de dashboards assim como outros programas já o permitem. Não acredito que seja algo muito sofisticado, pois existem programas destinados para esse fim, porém acredito que será possível em uma versão futura fazer algumas representações um pouco mais modernas.

O pspp por outro lado, não permite que você faça gráficos mais bonitos. Da mesma forma não é possível fazer mapas no pspp. Caso você trabalhe com o pspp e deseja fazer um mapa para representar seus dados, você precisará utilizar outro programa.

Eu não vejo na equipe de desenvolvimento do pspp uma preocupação muito grande em desenvolver essas funções no futuro próximo. Pelo que leio e acompanho eu acho que os desenvolvedores do pspp estão muito mais preocupados em lançar novas versões estáveis, do que acrescentar novas funções no programa.

Assim, caso você tenha dúvidas entre ambos os programas e a representação gráfica seja um aspecto muito importante para você, veja se você precisará de utilizar um outro programa ou se faz sentido utilizar o spss no lugar do pspp.

SPSS e a integração com linguagens de programação

Nas versões mais novas o spss inseriu a possibilidade de você programar em python dentro do programa. É uma funcionalidade que facilita a integração com outras pessoas que utilizam python para analisar os dados.

Permitir que você utilize o python dentro do espcex não só permite que você converse com outras pessoas que não utilizam o spss, e utilizam apenas o python, mas também permite que você comece a fazer uma migração gradual para a linguagem de programação caso você deseje.

No início eu achei essa função muito sem sentido. A pessoa que utiliza o spss geralmente não procura programar em python, pois se uma pessoa deseja programar impacto ela evidentemente procuraria a linguagem de programação e não o spss para trabalhar. Entretanto, depois de um tempo eu comecei a enxergar essa função como uma maneira de você fazer a integração com outras pessoas.

Eu particularmente, já passei por esse problema. No laboratório em que eu trabalhava somente eu utilizava o python para desenvolver os trabalhos de limpeza e análise dos dados, outras pessoas utilizavam o spss e quando nós íamos compartilhar o trabalho era sempre um caos. Eu precisava exportar os dados para a pessoa poder importar os dados no spss.

Outro problema era quando eu saía de férias e a pessoa precisava dar continuidade aos trabalhos que eu era responsável. Todos os meus códigos estava em python e quando eu estava de férias a pessoa não conseguia rodar os scripts que eu tinha feito.

Além disso faz muito mais sentido você começar a desenvolver um script em python do que investir o seu tempo em estudar a sintaxe do spss. Se você deseja automatizar a rotina por meio da linguagem de programação, é muito mais interessante você começar a fazer isso pelo python do que estudar a sintaxe do spss que vai ser inútil caso você deseja utilizar fora do ambiente do spss.

Eu acho que nesse sentido o spss foi muito feliz na escolha da integração do python dentro do programa. É muito melhor para você começar a automatizar as rotinas no spss utilizando o python do que gastar o seu tempo aprendendo a sintaxe que será inútil caso você deseje utilizar em outro local.

O pspp por outro lado, apesar de ser baseado na linguagem R não permite a integração dessa linguagem de programação dentro do seu ambiente.

Penso que seria uma função muito interessante do pspp, de manter a sintaxe que já é uma cópia fiel do spss e além disso permitir a integração de uma linguagem de programação seja ela a linguagem R ou python.

PSPP, mais simples, porém completo

Se você me acompanhou até aqui, você deve ter se dado conta de que o spss é muito melhor do que o pspp. Eu nunca escondi de que o spss é muito melhor do que o pspp apesar de defender que você aprenda o pspb no lugar do spss.

O fato do spss é melhor que o pspp não significa que você deva esquecer e deixar de lado o aprendizado em pspp. É esperado que um programa proprietário, que tem uma empresa com vários funcionários bem pagos para desenvolver um programa, seja melhor do que um programa que é feito por uma comunidade de desenvolvedores que produzem o programa simplesmente por prazer.

Eu já vivi isso no passado, eu tinha o meu emprego principal que era o meu ganha pão e nos finais de semana eu fazia o desenvolvimento de programa como um hobby. Apesar de ter sido uma experiência muito rica, eu não dedicava o mesmo tempo que eu dedicava no meu emprego principal. Isso não quer dizer que os programas gratuitos são ruins, mas eles não têm o mesmo investimento que um programa proprietário tem.

O pspp apesar de ser mais simples ele é muito completo no que ele se propõe. Se você procura um programa para fazer análise estatísticas, provavelmente o pspp irá atender perfeitamente às suas necessidades. Se você precisa de algo simples, não há necessidade de você pagar uma licença. O pspp é simples, mas é muito completo nos trabalhos de análise estatística.

Apesar disso tudo que foi dito aqui, eu acho que vale a pena você conferir o pspp. Pela Minha experiência tudo o que as pessoas procuram em um programa estatístico, são coisas simples que o pspp certamente irá cobrir. Assim, é muito melhor você começar a dar uma chance para o pspp, do que começar diretamente no spss e ficar refém de uma licença.

Robustez

É inegável que o spss é muito mais robusto do que o pspp. Desde as versões mais antigas o spss nunca apresentou problemas de travamentos. O spss quase nunca trava, você pode abrir bases de dados gigantescas, que o computador fica lento mas o spss não trava.

O spss é tão robusto, que eu brincava de que era mais provável o computador reiniciar e o spss continuar aberto. Isso é sem sombra de dúvida uma das maiores diferenças entre o spss e o pspp.

O pspp já me irritou várias vezes em meus trabalhos e quando eu fui gravar aulas para o canal no YouTube. O pspp trava muito, e é preciso que a comunidade resolva isso urgentemente, pois várias pessoas desistem de utilizar o pspp exatamente por causa dos travamentos.

Você já deve ter reparado de que todas as vezes eu falo para você salvar cópias de seguranças periodicamente, pois eu sei que o pspp trava o tempo todo. Um programa que trava o tempo todo atrapalha a produtividade e dá preguiça de trabalhar às vezes. Uma coisa que era para ser feita de maneira simples e rápida às vezes leva o triplo do tempo por causa dos travamentos.

Futuro do PSPP

O desenvolvimento do pspp está parado há muito tempo. Me parece que o projeto tem atraído poucos entusiastas e poucas as pessoas que têm demonstrado interesse em melhorar o programa. O pspp parece estar com a mesma situação a no mínimo cinco anos.

As pessoas que estão trabalhando com estatística e desenvolve trabalhos com ciência de dados, preferem trabalhar em projetos que utilizam a linguagem de programação. Atualmente as pessoas estão muito mais interessadas em desenvolver trabalhos em R e python, do que trabalhar em programas com interfaces gráficas como o pspp.

Nesse mesmo caminho, outros programas vem surgindo de maneira concomitante ao pspp. São programas gratuitos e de código aberto mas são projetos paralelos. Os desenvolvedores não optaram por uma coesão em volta do pspp para deixá-lo mais robusto e mais completo. As pessoas vêm preferindo começar outros projetos ao invés de todos focarem e melhorar o pspp.

Eu não vou esconder para vocês o meu desânimo em relação ao futuro do pspp. Eu não vejo um grupo de desenvolvedores interessados em crescer o pspp e corrigir os vários problemas e bugs que estão presentes no programa. Talvez a comunidade resolva redescobrir o pspp e formar um grupo de elite de desenvolvedores para dar uma nova vida ao programa, entretanto nos últimos cinco anos eu não vi nenhum tipo de movimento nesse sentido.

O que eu acabei de dizer é apenas a minha opinião e a minha visão sobre o desenvolvimento do pspp para o futuro próximo. É impossível saber o futuro do programa, uma vez que eu não participo da comunidade que desenvolve o software. Essa é a minha visão de quem acompanha o pspp há alguns anos e anseia por melhorias de performance e de funções.

Meu desânimo não deslegitima a qualidade do programa e o seu propósito, tampouco tira a utilidade do programa para as pessoas que precisam de fazer análises estatísticas. Meu objetivo aqui é trazer uma opinião sincera e fazer com que você seja capaz de pensar o que faz mais sentido para você. Em momento algum vou esconder a minha opinião, mesmo porque eu não utilizo mais o pspp nos meus trabalhos diários. Porém, como já disse em várias outras situações, eu reconheço a utilidade e o valor do pspp para as pessoas que desejam fazer análise estatísticas em um ambiente gráfico e sem a necessidade de aprendizado de linguagem de programação.

Futuro do SPSS

Eu acredito que a empresa continuará colocando novas funções no spss. Eu acredito que se eles vendem o produto ainda por um preço alto, é porque existem pessoas e instituições que estão dispostas a pagar o preço.

Como eu disse inúmeras vezes aqui, spss é realmente um programa excepcional e que facilita muito a vida dos pesquisadores. Muitas pessoas são dependentes do spss e não querem se preocupar em aprender outro programa.

Imagino que o spss irá colocar algumas funções relacionadas a visualização dos dados, de uma forma a deixar usuário criar um dashboard dentro dos dados e que está trabalhando.

Além disso eu não vejo no futuro próximo os preços se abaixando a empresa por outro lado continua se desenvolvendo e lançando novas versões. Eles fazem parcerias com universidades para que os alunos utilizem nos laboratórios e assim não aprendam outros softwares livres.

É mais ou menos a lógica de que a Microsoft entrega ao permitir que as pessoas utilizem o sistema operacional pirata. Eles reconhecem o poder da pirataria, pois uma pessoa que tem o Windows pirata irá ficar dependente daquele programa e muito provavelmente na vida madura e quando for trabalhar nas empresas terá dificuldades de fazer a migração.

O spss reconhece essas coisas e faz parcerias com universidades vendendo o programa a um preço mais baixo, pois assim as pessoas vão ficar dependentes do spss para aprender a fazer análise estatísticas. Essa mesma pessoa quando sair da faculdade e precisar montar um escritório ou alguma clínica etc precisará de comprar uma versão do spss para utilizar.

SPSS e PSPP, qual é o melhor?

Se formos falar de software o spss é muito melhor. Ele é muito mais robusto, muito mais completo, tem muito mais funções e é muito mais confiável. Entretanto, o pspp não deixa a desejar no que se refere às análises estatísticas básicas.

O melhor programa é aquele que irá atender às suas necessidades. Eu recomendo que você comece testando o pspp e se caso ele atenda perfeitamente às suas necessidades, para que se preocupar em comprar uma licença de um software proprietário?

Escrito por Erick Faria
Erick é um jovem entusiasta da tecnologia, com uma paixão pela escrita e pela partilha de conhecimento. Ele cresceu fascinado pela forma como a tecnologia pode mudar o mundo e dedicou sua vida a aprender tudo o que pode sobre esse assunto. Profile
curso de spss

Curso de SPSS em 2023

Erick Faria em SPSS
  ·   4 min.